clínica de Recuperação clínica de Recuperação clínica de Recuperação
X
Preencha os campos a seguir que nossos especialistas entrarão em contato com você!

clínica de Recuperação clínica de Recuperação clínica de Recuperação
X
Preencha os campos a seguir que nossos especialistas entrarão em contato com você!

Blog

Home Blog
O fígado e o álcool

São tantas as consequências desastrosas das drogas na vida de um dependente que, muitas vezes, os danos que causam nos diferentes órgãos são postos em segundo plano. O grande problema é que seu consumo acarreta (não esquecer que o álcool também é uma droga), no início seu efeito é agradável. Depois, o organismo cria resistência e exige doses maiores para repetir a sensação de bem-estar. Certo grau de embriaguez é a reação normal do organismo posto em contato com o álcool, mas todos conhecemos pessoas que bebem quantidades enormes e aparentemente não se abalam. Essa resistência à ação do álcool é o primeiro passo para que a doença do alcoolismo se instale e o fígado entre em processo de deterioração.

Saiba Mais
Ação e efeitos do álcool

Quando se fala em dependência química, a preocupação maior é com as drogas ilícitas, cocaína, maconha, crack, ecstasy, entre tantas outras. No entanto, o grande inimigo está camuflado sob o manto do socialmente aceitável. O álcool nem sequer é considerado uma droga que causa dependência física e psicológica por grande parte da sociedade. Sua venda é livre e ele integra a cultura atual ligada ao lazer e à sociabilidade. Uma reunião em casa de amigos, o happy hour depois de um dia estafante, a balada de sábado à noite, a paradinha no bar na saída do escritório não têm sentido sem a bebida alcoólica.

Saiba Mais
Você sabe o que é beber em binge?

De acordo com a psiquiatra Ana Cecília Marques, presidente da ABEAD (Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas ), eles estão realmente bebendo em excesso, e o mais grave: em um intervalo curtíssimo de tempo entre uma dose e outra. Essa prática, denominada beber em ”binge” (uso pesado e episódico de álcool), ocorre quando há ingestão de cinco doses de álcool para os homens e quatro para as mulheres, em um espaço de duas horas.

Saiba Mais
O Alcoolismo e os Fatores genéticos

Do ponto de vista médico, o alcoolismo é uma doença crônica, com aspectos comportamentais e socioeconômicos, caracterizada pelo consumo compulsivo de álcool, na qual o usuário se torna progressivamente tolerante à intoxicação produzida pela droga e desenvolve sinais e sintomas de abstinência, quando a mesma é retirada.

Saiba Mais
O álcool causa dependência

Apesar de ser aceito pela sociedade, o álcool oferece uma série de perigos tanto para quem o consome quanto para as pessoas que estão próximas. Por essa razão o consumo abusivo de álcool é uma questão de saúde pública. Parte dos acidentes de trânsito, comportamentos antissociais, violência doméstica, ruptura de relacionamentos e problemas no trabalho são provenientes do uso nocivo de álcool.

Saiba Mais
Semana Nacional Contra o Alcoolismo

A Semana Nacional Contra o Alcoolismo teve início no último sábado (18) e vai até o dia 22 de fevereiro, com o objetivo de alertar sobre o uso de bebidas alcoólicas que é caracterizado pela vontade incontrolável de beber, falta de controle ao tentar parar a ingestão, tolerância ao álcool (doses cada vez maiores para sentir os efeitos da bebida) e dependência física, que se manifesta com sintomas físicos e psíquicos nas situações de abstinência alcoólica...

Saiba Mais
Conheça as doenças causadas pelo alcoolismo

Além de ser uma doença, o alcoolismo pode favorecer o aparecimento de várias outras. Aliás, é muito comum que o alcoolátra só reconheça que precisa ajuda quando há o diagnóstico de outra patologia. Separamos 10 doenças causadas pelo alcoolismo para você conhecer...

Saiba Mais
alcoolismo ajuda emocional terapias complementares

O tratamento, que engloba: desintoxicação de álcool, acompanhamento, psiquiátrica, psicoterapia grupal para dependentes de álcool, terapia comportamental individual ou em grupos...

Saiba Mais
alcoolismo na adolescencia

Alcoolismo nunca foi problema exclusivo dos adultos. Pode também acometer os adolescentes. Hoje, no Brasil, causa grande preocupação o fato de os jovens começarem a beber cada vez mais cedo e as meninas, a beber tanto ou mais que os meninos. Pior, ainda, é que certamente parte deles conviverá com a dependência do álcool no futuro.

Saiba Mais
tratamento do alcoolismo com a ibogaina

Ao contrário das drogas que causam os vícios, a Ibogaína não produz efeitos colaterais nos pacientes senão durante a aplicação, suportáveis, mas não do agrado, deixando o paciente ansioso pelo término do tratamento que deve ter acompanhamento médico.

Saiba Mais
como lidar com a sindrome de abstinencia alcoolica

Quando uma pessoa que ingere bebidas alcoólicas constantemente diminui ou fica totalmente sem a bebida de uma hora para outra pode apresentar alguns sintomas e sinais que são chamados de Síndrome de Abstinência do Álcool (SAA).

Saiba Mais